Brasil

Lula deixa sede do sindicato dos metalúrgicos a pé e se entrega à PF

Militância tentou impedir que ex-presidente deixasse o local

Agência O Globo
O ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva, deixou às 18h41 o prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC pela segunda vez e caminhou em meio à militância. Na primeira tentativa, Lula entrou no carro junto com seus advogados e foi impedido pelos presentes de deixar o local. A detenção do ex-presidente foi concretizada quase 26 horas depois do prazo que o juiz Sergio Moro havia dado para ele se entregar voluntariamente.
O ex-presidente foi ao encontro de um comboio da Polícia Federal e o destino será o aeroporto de Congonhas. Só ainda não há a informação se Lula passará pelo IML antes, para fazer o exame de corpo de delito.
Na primeira tentativa de Lula deixar o sindicato, em um carro, manifestantes bloquearam os portões e impediram a sua saída. Depois, o comando do PT pediu para que a saída do ex-presidente fosse liberada, para evitar que o juiz Sergio Moro decretasse sua prisão preventiva.