Brasil

Mãe é detida após esconder recém-nascido em armário, o que causa morte do bebê

O caso aconteceu nesta sexta-feira (27), em Machados, agreste de Pernambuco

Redação iBahia (redacao@Portalibahia.com.br)
- Atualizada em

 Uma mulher de 19 anos foi presa em flagrante depois de esconder um recém-nascido no armário, o que ocasionou a morte do bebê. O caso aconteceu nesta sexta-feira (27), em Machados, agreste de Pernambuco. De acordo com a apuração do G1 (PE), a criança foi colocada em uma bolsa no guarda-roupa logo depois de seu nascimento, que aconteceu na terça-feira (24).


A jovem foi detida após receber alta do hospital em que foi internada, depois de perder muito sangue durante o parto. Foi informado que a mulher iria entregar a criança à adoção, mas, de acordo com a polícia, não foi confirmado.

"Ela disse à família que teve um aborto espontâneo e que se desfez do corpo na privada. Ela escondeu o bebê no guarda-roupa e achava que receberia alta rapidamente, mas demorou", informou o delegado Thiago Uchôa ao G1.



Ainda conforme a apuração do site, a suspeita mentia para seu namorado, alegando que estava no quarto mês de gestação. Após deixar a mulher no hospital, o homem retornou para casa e sentiu um cheiro estranho. Ao localizar o corpo do bebê, ele acionou a polícia.

Inicialmente, a jovem negou o crime, mas depois confessou e deve responder por homicídio e ocultação de cadáver.