Brasil

Mãe é presa por quebrar perna da filha de 3 anos: 'não conseguia acionar descarga'

"A mãe manteve a criança em casa por sete dias sem qualquer tipo de assistência médica", relatou o delegado responsável pelo caso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última quarta-feira (7), uma mulher de 21 anos, que não teve o nome divulgado, foi presa suspeita de quebrar a perna da filha de 3 anos e demorar de prestar socorro. O caso aconteceu em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com informações do G1, o motivo das agressões seria que a menina não sabia acionar a descarga do vaso sanitário. 

"Foi apurado que, após os fatos, a mãe manteve a criança em casa por sete dias sem qualquer tipo de assistência médica, embora a criança estive impossibilitada de se locomover adequadamente, com a perna bastante inchada e apresentando alterações até na coloração, e estado febril", explicou o delegado responsável pelo caso, Estevão Vieira.

A criança só foi socorrida após uma vizinha perceber que ela não estava brincando como de costume. Ela foi levada para o Hospital Regional do Oeste, que acionou a polícia. 

Segundo a polícia, inicialmente, a menina disse que quebrou a perna caindo da escada, mas exames apontaram que não havia lesões características de queda. A criança já teve alta, está com a perna engessada e sob os cuidados da avó paterna. A mãe foi indiciada pela prática de tortura qualificada.