Brasil

Mãe mantinha filha de 10 anos em cárcere privado e não a deixava ver o sol

Segundo o conselho tutelar da cidade, a menina estava visivelmente abaixo do peso, pálida e muito calada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma menina de 10 anos foi resgatada da casa onde morava, em Recife (PE), após ser mantida em cárcere privado pela própria mãe. A criança foi salva pelo pai que registrou o caso na polícia nesta terça-feira (5). As informações são do G1 Pernambuco.

Foto: Divulgação/Conselho Tutelar
De acordo com a apuração do G1, um inquérito foi aberto pelo Departamento de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) para apurar a conduta mulher de 42 anos, mãe da menina. Segundo o conselheiro tutelar Thales Pitter, não é a primeira vez que ela deixa a filha em cárcere privado.

"A criança não estudava desde 2017 e nem matriculada estava. A mulher colocava panos nas janelas para que a menina não visse a luz do sol. Em ouvida, a criança nos pediu ajuda. A mulher a privava de estudar, de brincar e mesmo de comer. Em 2016, encaminhamos a mãe para o Centro de Atenção Psicossocial, porque tudo indica que ela está com problemas psicológicos", contou Thales.

"A menina estava visivelmente abaixo do peso, pálida, não interagia e era muito calada. Está fora da faixa etária dela por causa de tanta privação de contato", afirmou o conselheiro.

Ainda segundo o Conselho Tutelar, a mãe mudou-se para Alagoas com o auxilio do avô da criança, após ter sido notificada pelas condições de saúde da filha em 2016. A situação foi monitorada pelo conselho tutelar do estado, mas ela retornou para Pernambuco em 2018.


"Soubemos que ela voltou para a mesma casa e, no fim de janeiro, recebemos informações de que ela estaria praticando os mesmos atos. Fomos ao local e vimos que era verdade, na sexta (1º), mas a polícia disse que não podia entrar na residência. O pai chegou ao Conselho Tutelar na segunda e, com os direitos de genitor, resgatou a filha", explicou.

A caso foi encaminhado para a polícia civil, onde o pai e mãe da garota foram ouvidos. A menina ficará sob a guarda do pai.