Brasil

Mãe reproduz marca de nascença do filho e imagem viraliza nas redes sociais

Mãe contou com ajuda de uma maquiadora para ficar parecida com o filho

Agência O Globo

A comerciante Carolina Giraldelli, de 26 anos, contou com ajuda de uma maquiadora para ficar parecida com o filho, Enzo Giraldelli Cestari, que possui uma mancha de nascença no rosto. A imagem dos dois juntos ganhou as redes sociais e repercutiu até na imprensa internacional.

"Isso é apenas um pouco do carinho e amor que a mamãe sente, queria poder sentir em meu rosto um pedacinho de você... ", dizia um trecho da publicação no Instagram pouco antes do Dia das Mães.

Carolina explicou que Enzo tem nervos melanocíticos congênitos, como uma 'pinta' de nascença que cobre parte de sua testa e estende-se para um lado do nariz. A mãe contou que sentia a necessidade de fazer alguma coisa diferente para mostrar o quanto amava o filho. Ela procurou a maquiadora, que aceitou o desafio e aproveitou a chegada do Dia das mães para fazer a sua própria "pinta".

— Aproveitei que estava perto do Dia das Mães e ela fez perfeitamente. Essa ideia partiu para eu ter um pedacinho dele em mim. Eu não peguei em lugar nenhum, partiu de mim.

Nas redes, a comerciante recebeu diversas mensagens de carinho. "Gente que coisa mais linda de se ver. Parabéns a essa mãe! Que atitude lindaaaaaa!!! Amor de mãe é incondicional Que Deus abençoe imediatamente esse Príncipe."

— Eu estou muito feliz porque são muitas mensagens. Recebi mais de mil mensagens particulares. É claro que tem comentários negativos, mas eu nem perco meu tempo e pulo. Eu fico feliz de conseguir ter passado essa mensagem de amor para tantas mães.

Carolina deixou uma mensagem para outras mães, a partir de tudo que tem vivenciado com a chegada do Enzo.

— Existem mães de muitas maneiras. Mães que são avós, filhos que perderam as mães, filhos que as mães não se importam. A minha mensagem para as mães é: amem seus filhos independente de como sejam. O importante é a vida deles. Você precisa ser o espelho dele. Precisa ser a força dele. O preconceito começa dentro de casa. Não há nada mais lindo e forte do que o amor — concluiu.