Brasil

Mais de 33 crianças morrem por ano ao cair de prédios, diz Ministério da Saúde

O tema foi ressaltado após a morte do menino Gustavo dos Santos Storto, em São Paulo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Foto: Reprodução

O país tem por ano, mais de 33 registros de mortes de crianças por quedas de edifícios, diz o Ministério da Saúde. O tema foi ressaltado após a morte do menino Gustavo dos Santos Storto, de 5 anos, que caiu da janela do banheiro do apartamento que morava, em São Paulo.

Segundo informações do 'Datasus' colhidas pelo portal 'G1', o número de óbitos e demais ocorrências, mostrou que de 1996 -primeiro ano com dados acessíveis-, a 2013, 607 crianças até 14 anos morreram caindo de prédios ou lançados para fora de outras estruturas. Isso gerou uma média de 33,7 mortes por ano.

O número de internações em hospitais também foi grande. No ano de 2014, 567 crianças ficaram internadas por cair de edifícios. O número foi maior em 2013, que segundo o Datasus, foi de 753.