Brasil

Mais de 50 alunos são internados passando mal após consumir merenda escolar

Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, Sílvio Fidélis informou em coletiva dentro da unidade hospitalar que a suspeita é de intoxicação alimentar

Agência O Globo

Mais de 50 alunos, com idades entre 7 e 13 anos, da Escola Municipal Abdala José de Almeida, de Várzea Grande, foram internados nesta sexta-feira depois de apresentarem tontura, vômitos e diarreia, depois da merenda escolar.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, Sílvio Fidélis informou em coletiva dentro da unidade hospitalar que a suspeita é de intoxicação alimentar. Segundo a equipe médica, algumas crianças foram liberadas e outras ainda recebem atendimento médico, mas nenhuma se encontra em estado grave.

Foto: Google / Reprodução
De acordo com Fidélis, ao perceberam o mal estar nas crianças depois da refeição, diretores e professores da escola encaminharam os alunos para o pronto-socorro. Professores disseram que o suco ingerido pelos alunos estava dentro do prazo de validade.

— A prefeitura pediu à Vigilância Sanitária e a equipe da alimentação escolar irem até a escola verificar o alimentação dada aos alunos e o suco que eles tomaram para a gente poder ter diagnóstico — afirmou Fidélis

O pai de uma aluna contou que soube do estado de saúde da filha enquanto estava no trabalho, quando recebeu uma ligação da esposa comunicando o desmaio da menina de 10 anos.



— Ela desmaiou três vezes, mas agora está bem. Ela falou que passou mal depois de tomar o suco. Ela almoçou, tomou água, bebeu o suco e desmaiou depois — relatou o pai no pronto-socorro.