Brasil

'Mataram a minha mãe e mais 46 mil eleitores', escreve a filha de Marielle Franco

Estudante de 19 anos postou mensagem em uma rede social nesta quinta-feira (15)

Agência O Globo

A filha da vereadora Marielle Franco, morta na noite da quarta-feira junto com o motorista Anderson Pedro Gomes, postou uma mensagem na tarde desta quinta-feira em uma rede social. A estudante de 19 anos escreveu sobre o ativismo da mãe, e se referiu ao fato de ela ter sido a quinta mais votada da cidade nas últimas eleições:

"Mataram a minha mãe e mais 46 mil eleitores! Nós seremos resistência por que você foi luta! Te amo! #mariellevive", escreveu.

Foto: Reprodução/ Facebook

O clima de revolta e tristeza marcou o enterro da vereadora na tarde desta quina-feira, no Cemitério do Caju. Amigos e parentes se emocionaram ao lembrar de Marielle, que levantava as bandeiras do feminismo e da defesa da população das favelas.

Marielle voltava de um evento quando seu carro foi alvejado por volta das 21h30, no Estácio. Além dela, estavam no veículo o motorista Anderson Pedro Gomes, que foi morto, e uma assessora, que sobreviveu e já prestou depoimento à polícia. Deacordo com a polícia, os disparos foram feitos com uma pistola 9mm.

Ainda segundo a perícia, os tiros foram feitos por pelo menos um atirador experiente. Isso porque as primeiras marcas de tiros indicam que os disparos começaram a ser feitos quando o veículo dos criminosos ainda se alinhava ao de Marielle. A Polícia Civil vai pedir as imagens de câmeras de seguranças próximas para tentar identificar os criminosos.