Brasil

MEC vai lançar edital com novos prazos para o Prouni

A ideia é que candidatos que estão na lista de espera e aguardam análise de documentos não sejam prejudicados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O Ministério da Educação (MEC) vai lançar um novo edital do Programa Universidade para Todos (Prouni). A ideia é que candidatos que estão na lista de espera e aguardam análise de documentos ou que não tiveram a oportunidade de comprovar informações junto às instituições de ensino superior não sejam prejudicados.

“Passamos por um momento inédito no país. Gostaríamos de tranquilizar os estudantes. Assim que tudo se normalizar, o MEC dará o prazo que for necessário para concluir essa etapa. Quem preencher os requisitos será contemplado com a bolsa de estudos e fazer seu tão sonhado curso superior”, afirmou o secretário de Educação Superior do MEC, Wagner Vilas Boas de Souza.

Para reduzir o impacto, o MEC já havia suspendido, por tempo indeterminado, o período da lista de espera do programa. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU). O Prouni é o programa que oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior. 

A lista de espera é mais uma oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e na segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

Em 27 de fevereiro, o MEC disponibilizou a consulta da oferta de 252.534 bolsas no sistema do programa. Foi o maior número de vagas em processos seletivos de primeiro semestre. Ao todo, 1.346 instituições privadas de ensino superior participam do Prouni.

As inscrições ficaram disponíveis de 28 de janeiro a 1º de fevereiro. Foram registradas 1.507.807 inscrições, feitas por 782.497 pessoas. Para minimizar os prejuízos da pandemia do coronavírus, o MEC prorrogou por tempo indeterminado o período da lista de espera do Prouni.

Fies

Mais de 20 mil estudantes que manifestaram interesse na lista de espera do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) estão no processo de confirmar informações junto às instituições de ensino particulares ou agências bancárias. Os processos estão suspensos também em razão da paralisação de atividades em estados e municípios.

O Fies é um programa do MEC que financia cursos superiores, em instituições particulares, a estudantes que não possuem condições de arcar com os custos.