Brasil

Médico terá que pagar indenização de R$ 50 mil após deixar mulher sem mamilos

A vítima, que sente dores nos seios até hoje, revelou ter ganhado cerca de 30 kg e o fim do casamento após o ocorrido

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher, de 35 anos, que trabalha como gari e prefere não ser identificada, ficou sem os mamilos após realizar uma cirurgia de redução de mamas. O médico responsável pelo procedimento foi condenado a pagar R$ 50 mil em indenização. O caso aconteceu no ano de 2013, em Rio Verde, na região sudoeste de Goiás, e vinha tramitando na justiça há cinco anos.

De acordo com informações do G1 Goiás, a decisão judicial foi dada no dia 3 de abril pela juíza Lília Maria de Souza, que determinou o pagamento de R$ 50 mil e, ainda, o valor necessário para uma cirurgia reparadora para paciente. O defesa do médico ainda pode  entrar com recurso.

Decisão da indenização — Foto: Reprodução/TJ-GO
Em entrevista ao G1 Goiás, a vítima contou que ainda sofre com os efeitos da deformação no seio. “Eu juntei dinheiro uns 5 anos para fazer essa cirurgia e minha mãe ainda me ajudou. Na época acho que paguei uns R$ 8,5 mil. Só que ficou muito ruim. Quando eu vi que tinha ficado sem o bico dos peitos, eu queria chorar. Ficou com uma parte mais escura, parecendo que ficou queimado, e a cicatriz muito grossa. Se aperta, eu não aguento de dor até hoje”. Ela ainda revelou que ganhou cerca de 30 kg e foi abandonada pelo marido após o ocorrido.

A advogada da gari, Isabel Cristina Lopes Pavanello, também se pronunciou sobre a decisão. Isabel garantiu que sua cliente fez o procedimento cirúrgico porque sofria de gigantomastia bilateral, condição que deixa os seios grandes e causa dores nas costas.
Gari conta sobre as sequelas pós-cirurgia — Foto: Reprodução/TJ-GO

Ainda segundo informações do G1, a paciente precisou utilizar medicamentos por meses após a cirurgia, pois teve necrose em alguns pontos.