Brasil

Médico veterinário é preso suspeito de abusar sexualmente de seis estagiárias

Investigações apontam que os abusos acontecem desde 2015 e que o homem se aproveitava da profissão para cometer os crimes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nesta quinta-feira (17), um médico veterinário, identificado como Pedro Monteiro da Silva Júnior, foi preso suspeito de assédio e tentativa de estupro. De acordo com informações da polícia, ele tentou abusar de uma funcionária dentro do consultório dele. O caso aconteceu na Zona Norte de Manaus, no Amazonas. 

Após a denuncia, outras cinco funcionárias também registraram Boletim de Ocorrência (BO) contra o veterinário. As vítimas divulgaram o ocorrido nas redes sociais. 

No BO consta que jovem foi até a clínica veterinária no dia 9 deste mês, convidada por Pedro para trabalhar com ele e, ao chegar ao local, se dirigiu ao consultório e começaram a conversar sobre o trabalho, porém, em determinado momento ele a puxou e tentou beijá-la a força, baixou as calças e passou as mãos nas partes íntimas dela.

Segundo a delegada Andréa Rocha, responsável pelo caso, investigações apontam que os abusos acontecem desde 2015 e que o homem se aproveitava da profissão para cometer os crimes.