Brasil

Mega-Sena: veja números e curiosidades sobre a maior loteria do Brasil

Veja alguns dos números e dados mais interessantes — ou inusitados — da Mega

Agência O Globo

Em 2.148 concursos, desde 11 de março de 1996, a Mega-Sena sorteou dezenas 12.888 vezes. Arrecadou mais de R$ 52 bilhões. E acumulou 1.649 vezes. Mas as curiosidades da maior e mais disputada loteria do país vão muito além disso. Veja alguns dos números e dados mais interessantes — ou inusitados — da Mega.

Foto: Reprodução

Ninguém levou

Três em cada quatro vezes em que a Mega-Sena foi sorteada, ninguém acertou as seis dezenas. O ano com mais sorteios acumulados foi 2006: por 90 vezes, nenhum apostador levou o prêmio máximo. O ano em que a sena menos acumulou foi 1996, ano de estreia da loteria: 35 vezes. Na média, a Mega acumula 69 vezes por ano.

Gente demais

Foram 499 concursos em que uma ou mais apostas levaram a sena; na esmagadora maioria das vezes (480 sorteios), aliás, no máximo três apostas acertaram os seis números. Em 369 sorteios (17% do total), apenas um jogador acertou as seis dezenas. Na outra ponta, estão os 52 ganhadores da Mega da Virada do ano passado. O sonho de cada apostador era levar sozinho para casa os mais de R$ 300 milhões do prêmio. Cada um acabou tendo de se contentar com R$ 5,8 milhões — o que não é exatamente uma decepção...

A cidade da sorte

Os apostadores de São Paulo já ganharam a sena em 48 sorteios; a capital paulista é a cidade no topo do ranking. Logo em seguida, vêm Rio de Janeiro (33 vezes), Curitiba (17) e Brasília (14). Outras 184 cidades — entre elas Adamantina, Lagarto, Lagoa do Itaenga, São Gonçalo do Rio Abaixo, Trizidela do Vale e Boa Esperança — tiveram um ganhador da Mega cada uma, ao longo destes 23 anos da loteria. Olhando para os estados onde houve ganhadores da sena, São Paulo também está na frente (215 apostadores), seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. Roraima e Tocantins tiveram apenas um ganhador desde 1996.

Acertou na quina

Se levar o prêmio máximo é sempre a meta do apostador, cravar cinco dos seis números da Mega-Sena pode não ser tão ruim assim. No sorteio de 2 de janeiro deste ano, a sena acumulou, e os quatro acertadores da quina levaram, cada um, R$ 169.338,14. Frustrados, mesmo, devem ter ficado os 3.001 acertadores da quina no concurso 309, em outubro de 2001: cada um ganhou parcos R$ 122,53 — menos, inclusive, do que os acertadores da quadra no mesmo sorteio.

Foto: Reprodução
Maiores e menores

O maior prêmio individual já pago pela Mega-Sena foi pago no concurso 1764, de novembro de 2015. A aposta vencedora, de Brasília, abocanhou pouco mais de R$ 205 milhões. Já os 15 apostadores do sorteio 529, em janeiro de 2004, tiveram de se contentar, cada um, com R$ 348 mil, o menor rateio já pago para quem acertou as seis dezenas.

Quinze milhões de sortudos

Desde 1996, 15.962.900 apostas ganharam algum prêmio da Mega-Sena. Mais de 98% levaram a quadra — rateio médio, R$ 391,22. Só 771 apostas cravaram os seis números.

Sábado dá sorte

Embora atualmente a Mega-Sena seja sorteada quartas e sábados, já houve concursos correndo em todos os dias da semana, devido a feriados ou à Mega da Virada. Os primeiros sorteios, inclusive, corriam às segundas-feiras e aos domingos. Dos 499 sorteios em que alguém levou a sena, 245 foram realizados no sábado. Em segundo lugar, vem a quarta-feira, claro, com 205 sorteios.

Bola a bola

A Caixa Econômica divulga os sorteios dezena a dezena, na ordem em que saíram. É possível, assim, saber qual número mais saiu na primeira bola, segunda, terceira... No primeiro número sorteado, o campeão é o 28, que caiu 52 vezes. Na segunda bola sorteada, a dezena 05 foi a que mais saiu: 54 vezes. A terceira bola que mais sai é a de número 18: 51 vezes. No sorteio do quarto número, a bola que mais cai é a de número 37: 53 vezes. Na quinta bola, a de número 35 foi a que mais saiu até hoje, sendo sorteada 46 vezes. E na sexta e última bola da Mega-Sena, o 23 é o número com mais sorteios, em 50 ocasiões.