Brasil

Melatonina produzida no pulmão é uma barreira contra o coronavírus, diz pesquisa

Estudo foi publicado na revista Melatonin Research

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma equipe de pesquisadores brasileiros, da Universidade de São Paulo (USP), descobriram que a melatonina produzida no pulmao pode agir como uma barreira natural contra o coronavírus, pois esse hormônio supostamente impede a infecção das células do sistema respiratório. O estudo foi publicado na 

revista Melatonin Research.

A pesquisa que está em desenvolvimento tem como objetivo identificar se a

suplementação do hormônio, popularmente conhecido como o hormônio do sono, através da via nasal (em gotas ou aerossol), poderá prevenir infecções graves pelo novo coronavírus. Caso comprovado, a melatonina poderá ser usada no controle de outras doenças respitarórias, como o da influenza. 

"Constatamos que a melatonina produzida pelo pulmão atua como uma 'muralha' contra o SARS-CoV-2, impedindo que o patógeno entre no epitélio, que o sistema imunológico seja ativado e que sejam produzidos anticorpos", diz à Agência FAPESP Regina Pekelmann Markus, professora do Instituto de Biociências (IB) da USP e coordenadora do projeto. Clique aqui para ler o estudo.