Brasil

Menina de 13 anos com síndrome de down é estuprada e fica grávida: 'ela não consegue fala'

Como a menina não consegue falar, a mãe só descobriu o estupro quando percebeu que ela estava grávida, no ano seguinte

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

No último fim de semana, o caso de uma menina com síndrome de down que foi estuprada e ficou grávida foi solucionado. De acordo com o delegado Maycon Braga, da Delegacia de Valença do Piauí, um exame de DNA comprovou que o autor do crime é um tio da menina. O caso aconteceu em 2016, na época a menina tinha 13 anos.

"Fechamos o inquérito em 2017 sem indiciamento, pois terminamos a investigação com a dúvida. Não tínhamos como determinar quem era o autor. Agora, com os exames de DNA, começamos um novo capítulo na história da Polícia Civil", explicou o delegado Maycon.

Conforme a investigação, a menina teria sido abusada sexualmente pelo marido de sua tia em julho de 2016, quando foi passar férias na casa em que a tia e o suspeito moravam. Como a menina não consegue falar, a mãe só descobriu o estupro quando percebeu que ela estava grávida, no ano seguinte.