Brasil

Menina de 3 anos morre após ser espancada; mãe e padrastos são presos

Caso aconteceu nesta terça-feira (19); há suspeita que ela também tenha sido abusada sexualmente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma menina de três anos morreu nesta terça-feira (19) após sofrer uma sequência de espancamentos. A mãe e o padrasto da vítima foram presos e são os principais suspeitos do crime que aconteceu em São Paulo (SP). As informações são da TV Globo .

Foto: Reprodução/TV Globo
De acordo com a apuração da TV Globo, Ewerton Queirós Laurenço, de 30 anos e Isadora Pereira de Souza, de 20 anos, levaram Micaelly Luiza de Souza Santos para o hospital já morta. Eles foram presos no local.

A criança já  tinha sido internada no dia 5 de novembro sob suspeita de ter sido espancada. Carlos Alberto Velucci, diretor do hospital, contou à TV que Micaelly tinha 'hematomas na face, no tórax e nos membros'. 'Nós avisamos a delegacia, o conselho tutelar, tomamos as providências. Ela foi ao IML fez o corpo de delito, foi internada até o dia 18 [de novembro]', relatou Velucci.
Foto: Reprodução/TV Globo
Após isto, a justiça determinou que a avó materna ficasse com a guarda provisório da criança durante seis meses. Após receber alta, ela foi levada pela avó para casa da mãe que reside com o namorado. Segundo a polícia, no mesmo dia, ela foi espancada até a morte e também teria sido abusada sexualmente.

Casal é suspeito de espancar criança de 3 anos até a morte (Foto: Reprodução/TV Globo)
À polícia, o casal disse que a menina caia muito e por isso tinha tantos ferimentos.  "Falou que ela tinha sofrido uma queda, mas ela apresentava hematomas tanto do lado direito como do lado esquerdo na face, região orbitária, no tórax, membros superiores e inferiores, abdômen, quer dizer, precisa ser uma queda razoável para acontecer todos esses hematomas", relatou o diretor do hospital à TV.