Brasil

Menina estuprada pelo pai pede socorro por Whatsapp: 'Não aguento mais'

Pedido de ajuda foi feito para a irmã da vítima, a quem ela chamou de 'única salvação'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma menina de 13 anos usou o Whatsapp para pedir socorro à irmã após ser estuprada pelo pai, de 47. A irmã da garota contou ao G1 Santos que os abusos aconteceram diversas vezes onde a vítima vivia, na cidade de São Vicente (SP).

Foto: Reprodução

O caso teria acontecido em setembro. Nas mensagens enviadas pela vítima, ela relata que teria sido abusada pelo menos em outras quatro ocasiões pelo suspeito, segundo contou ao G1 a irmã. Na última, a menina acordou com as roupas abaixadas e o pai em cima dela, de acordo com o G1. “Não aguento mais, quero morrer. Ele diz que só quer fazer carinho em mim, mas só quer passar a mão no meu peito”, diz a garota na conversa pela rede social.

A irmã da vítima contou ao G1 que mora em São José do Rio Preto (SP), e foi até São Vicente buscar a garota e outros dois irmãos assim que viu a mensagem. “No mesmo dia que recebi as mensagens eu fui. Quando cheguei, ela arrumou as malas e eu trouxe ela e mais dois irmãos meus, de 14 e 10 anos, para cá. Assim que cheguei na minha cidade procurei a delegacia”, afirmou.



Nas mensagens, a menina chega a pedir para se mudar para a casa da irmã. Em depoimento à polícia, ela contou que era drogada pelo suspeito para que o abuso fosse mais fácil de ser feito.

O suspeito teria saído da casa pouco antes da irmã chegar ao local, afirmando que ia embora, segundo depoimento da própria irmã da vítima ao G1. Depois disso, ele não foi mais localizado. Ele é investigado por estupro de vulnerável.