Brasil

Moro derruba sigilo e PF divulga grampo de ligação entre Dilma e Lula

Segundo o grampo, realizado na tarde desta quarta-feira, Dilma aconselha Lula usar termo de posse "em caso de necessidade"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
O juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato, decidiu, nesta quarta-feira (16), acabar com o sigilo de interceptações telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre as conversas gravadas pela Polícia Federal, consta uma que aconteceu na tarde desta quarta, entre Dilma e Lula, na qual a presidente diz para o seu mais novo ministro usar o termo de posse “em caso de necessidade”. Investigadores da Lava Jato veem no diálogo uma tentativa de obstruir a Justiça.
Carta de transcrição da ligação entre Dilma e Lula (Foto:Reprodução)
Para Moro, “pelo teor dos diálogos degravados, constata-se que o ex-presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos”.Cerca de 1500 pessoas manifestam em frente ao Palácio do Planalto, em protesto contra a posse do ex-presidente ao cargo de ministro da Casa Civil.