Brasil

Morte de homem negro gera protestos contra Carrefour; veja vídeos

Filiais espalhadas em diversas capitais do Brasil foram destruídas por manifestantes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O assassinato de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, no Carrefour, em Porto Alegre, gerou revolta por todo o Brasil. Filiais da rede de supermercados espalhadas em diversas capitais do país foram destruídas por manifestantes. Protestos foram registrados também nas ruas em muitas cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande e na própria Porto Alegre. 

João foi brutalmente espancado até a morte por dois seguranças de uma das filiais do Carrefour última na quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra. Assista aos vídeos abaixo: