Brasil

Motociclista é atacado por pássaro e dirige 9 km com ave presa na garganta

Jovem teve falta de ar e chegou a desmaiar

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Ser atingido gravemente por um pássaro enquanto pilota uma moto é uma daquelas situações que não parecem acontecer na vida real. Porém, o indígena Eik Júnior Monzilar Parikokoriu, da etnia Umutina, pode provar o contrário. No último sábado (24), ele teve a garganta perfurada por uma ave enquanto percorria uma estrada na região da aldeia Águas Correntes, em Barra do Bugres (MT). O jovem de apenas 23 anos teve falta de ar, desmaiou e foi levado para hospital. As informações são do G1. 

De acordo com Eik, o “ataque” aconteceu quando ele decidiu esperar a poeira da estrada de terra baixar para seguir o trajeto de moto. Assim que deu partida com o veículo, o pássaro bicou sua garganta e formou um buraco. 

Para se salvar, o indígena pilotou cerca de 9 km com a garganta perfurada. Na aldeia, ele recebeu ajuda da família e foi levado para atendimento na Unidade Básica de Saúde, onde recebeu os primeiros socorros. 

“Cheguei a desmaiar e buscar ar”, afirmou Eik. 

A enfermeira da Unidade Básica de Saúde contou que o caso foi surpreendente. “Ele puxou o pássaro (que ainda estava na garganta) e começou a sangrar pelo pescoço e pelo nariz. Fiz a limpeza e liguei para o médico, que me passou as orientações para o atendimento”, disse 

O jovem ainda foi levado de ambulância até a Unidade de Pronto Atendimento de Barra do Bugres, onde os procedimentos foram finalizados. 

Após o susto, Eik diz se sentir grato por estar vivo e ressalta: “Temos que andar com todo o equipamento de segurança necessário e precisamos valorizar a vida”.