Brasil

Motoristas do Uber e 99 fazem greve nesta quarta-feira (8)

A orientação é que os motoristas mantenham o aplicativo desconectado até 0h da quinta-feira (9)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Motoristas dos aplicativos Uber e 99 iniciaram uma greve nesta quarta-feira (8) no Brasil e reivindicam por salários maiores. A previsão é que o movimento dura até até a 0h de quinta-feira (9).
 Ao G1, os motoristas da Uber disseram que as decisões sobre a greve seguem em grupos exclusivos da categoria dentro do WhatsApp. A orientação é que os motoristas mantenham o aplicativo desconectado até 0h da quinta-feira (9).
Em nota à imprensa, sobre as manifestações, a 99 disse que "é a favor da liberdade de expressão".
Entre as reivindicações dos trabalhadores estão: aumento nas tarifas para os passageiros; redução da taxa cobrada pela Uber, que varia entre 25 e 40% das corridas; informar o destino final do passageiro para o motorista antes do aceite das corridas; redução no preço do combustível;locais regulamentados para estacionar.
Até o momento, a Uber ainda não se posicionou.  A 99 divulgou a seguinte nota: "A 99 informa que a remuneração de seus motoristas parceiros contempla duas variáveis: tempo e distância percorrida, além de uma tarifa mínima. Os ganhos do condutor são calculados de forma independente do valor pago pelo passageiro. A empresa reforça seu compromisso de trabalhar para aumentar a renda dos condutores por meio de um número maior de chamadas e da cobrança de taxas menores em comparação à concorrência. Em relação às manifestações, a 99 é a favor da liberdade de expressão."