Brasil

MP pede arquivamento do inquérito que investiga ex-BBB Maycon por maus tratos a animais

Ex-BBB é investigado também por suposta zoofilia

Paulo Víctor Mafrans, da Agência O Globo
- Atualizada em

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu à justiça o arquivamento do inquérito que investiga o ex-BBB Maycon Santos Oliveira Cesar Rocha por apologia a maus tratos a animais e zoofilia. A decisão está nas mãos da juíza Cláudia Garcia Couto Mari.

Foto: Reprodução/TV Globo

A 32ª DP (Taquara) do Rio de Janeiro instaurou inquérito para apurar denúncias de apologia a maus tratos animais e zoofilia supostamente praticados por Maycon Santos, de 27 anos, logo após ele ter confessado brincadeiras maldosas com gatos e ter perdido a virgindade com uma bezerra, num papo com os confinados do "BBB 19".

À época do comentário, o ativista dos direitos dos animais Randel Silva foi à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), que cuida de causas animais também, fazer um registro de ocorrência contra Maycon. Ao chegar na DPMA, ele foi informado que já havia um inquérito em curso na 32 DP. Dessa forma, segundo Randel Silva, outro R.O. não poderia ser oficiado na especializada.

— Ficamos indignados com a postura de Maycon. Lutamos diariamente contra os maus tratos e ver vídeos de alguém contando, aos risos, que colocou bombinha em rabo de gato, em rede nacional, é terrível. Isso é apologia e um péssimo exemplo. Também houve relatos de outros participantes do programa afirmando que ele contou sobre ter praticado zoofilia. Infelizmente, os crimes contra os animais já prescreveram. Mas, apologia é crime — reclama Randel Silva.

Quem também se revoltou com as declarações foi a apresentadora e defensora dos animas Luisa Mell.