Brasil

Mulher denuncia que filha de três anos foi estuprada na escola

A menina teve acompanhamento com psicólogo e contou que sofreu abuso outras vezes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última sexta-feira (24), uma mulher denunciou à polícia que a filha de três anos foi estuprada na escola por uma professora. O caso aconteceu em dezembro de 2019, na cidade de Olinda, em Pernambuco. As informações são do Catraca Livre.

Em depoimento à polícia, a mãe contou que menina chegou da escola reclamando de um incômodo na vagina. Ela questionou o que aconteceu e menina deu detalhes do abuso.  “Chegando em casa, ela se queixou de ardência na vagina, aí eu deitei ela na cama, limpei e notei que estava bastante vermelho. Então, comecei a fazer perguntas para ela, se alguém tinha ‘mexido’ nela. E aí ela falou para mim que a professora, na hora do banho, colocou o dedo na vagina dela com bastante força”, relatou.



A mãe da menina ainda contou para polícia que deu duas bonecas para filha e pediu para a menina encenar o que havia acontecido.

De acordo com informações do Catraca Livre, a criança fez exame de corpo de delito no no Instituto Médico Legal (IML) e o abuso foi confirmado. A menina teve acompanhamento com psicólogo e contou que sofreu abuso outras vezes. A direção da escola nega o estupro.