Brasil

Mulher é estuprada e escapa de 2° abuso em menos de uma hora

No percurso, o homem desviou o caminho, ameaçou a vítima com uma arma e obrigou ela a manter relações sexuais com ele

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

No último domingo (10), uma mulher de 50 anos foi estuprada e roubada por um suposto motorista de aplicativo, enquanto ia para casa da filha passar o Dia das Mães. O caso aconteceu no litoral de São Paulo. As informações são do G1. 

De acordo com informações da Polícia Civil ao G1 São Paulo, a mulher pegou um ônibus até a Rodoviária de Peruíbe, onde desceu e seguiu para um ponto de táxi, na Rua José Rubens Nogueira Souza. Ao chegar, um homem se identificou como motorista de aplicativo e se ofereceu para fazer a viagem até São Vicente. 

No percurso, o homem desviou o caminho, ameaçou a vítima com uma arma e obrigou ela a  manter relações sexuais com ele. Depois, ele mandou a mulher descer do carro e exigiu que entregasse os pertences, um celular e R$ 200 em espécie.  

Depois, ela caminhou pelo local e pediu carona para um motorista de um carro vermelho, que aceitou levá-la, mas ela achou que iria sofrer outro abuso e desceu do veículo e fugiu. Em seu depoimento, ela contou que o homem estava com umas conversas estranhas. 

Ainda segundo G1 SP, ela andou até um local, onde estava algumas pessoas que a ajudaram a encontrar um táxi para ir até a casa da filha. Ao falar sobre o abuso, ela foi levada para o 3º DP de São Vicente para denunciar o abuso.