Brasil

Mulher é morta após ser picada por cobra nas margens de lago

Ela pescava no local e foi atacada por animal; pescador achou a vítima, já sem vida

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher de 48 anos, identificada como Marlene Canute, morreu no último domingo (12) após ser picada por uma cobra enquanto pescava, na beira de um lago da zona rural de Sinop (MT). As informações são do G1 Mato Grosso.

A vítima teria sido encontrada por um outro pescador que estava no local, já caída. Ela tinha o costume de ir pescar no lago e teria ido com o marido, Cleomar Rodrigues, até o local. O homem, no entanto, voltou para a cidade logo depois. Cerca de 40 minutos depois, ele recebeu a ligação do pescador dizendo que encontrou Marlene caída às margens do lago. Quando o marido chegou, ela já estava sem vida.

A polícia disse que Marlene foi encontrada com uma marca de picada de cobra na mão. Ao G1, Cleomar disse que a esposa não era de sair muito. "A única coisa que ela amava era pescar e, aos finais de semana, sempre que podia, estava na beira de uma lagoa. Era uma pessoa simples e de bom coração. Ela simplesmente amava a natureza e a pescaria", contou.

Segundo o G1, a Polícia Civil de Sinop disse que não havia marcas de violência no corpo, apenas a marca de picada.