Brasil

Mulher é presa após agredir a filha de sete anos usando fios; veja vídeo

Imagens foram gravadas por ex da mulher, que queria reatar relação

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher de 25 anos foi presa acusada de agredir a filha, uma criança de sete anos, usando fios de extensão. A cena foi filmada ao meio dia da última segunda-feira (13) pelo ex-marido da acusada, que também foi preso. O caso aconteceu na cidade de Montes Claros (MG) e as informações são do G1 Grande Minas.

No vídeo, é possível perceber a mulher questionando a filha com um tom agressivo sobre algo que a pequena teria pego sem permissão. Ao se recusar a responder, a garota é agredida com os fios e tapas. Um policial disse ao G1 que os objetos em questão eram camisinhas, que a menina teria usado para brincar.

Veja o vídeo. IMAGENS FORTES!

“A criança também foi agredida com socos na cabeça e estava com sangramento na boca e no nariz. Inicialmente, ela nos relatou que já tinha sido agredida outras vezes pela mãe, mas depois de ter contato com familiares disse na delegacia que as agressões aconteceram pela primeira vez”, explicou o cabo da PM, José Fernandes.

De acordo com informações da Polícia Militar ao G1, as agressões foram incitadas pelo ex da mulher. Ele realizou as filmagens e as usou para forçar a suspeita a reatar o relacionamento com ele, que acabou há cerca de um ano. Ele, inclusive, era proibido de se aproximar dela após medida protetiva expedida pela Justiça.

“Ele tem outros dois filhos com a mulher e contou que foi na casa dela entregar um leite para as crianças. Ao chegar no imóvel, flagrou a ex agredindo a filha e fez as imagens para extorqui-la no sentido de reatar o casamento”, explicou a PM.

A polícia foi acionada durante a noite de segunda-feira, após o homem procurar a mãe da menina para pressioná-la. “Os dois iniciaram uma discussão e ele chamou a PM alegando que estava sendo importunado pela mulher, ela estaria dando chutes no portão da casa dele. Durante o atendimento da ocorrência, questionamos o motivo do desentendimento e o homem mostrou o vídeo”.

Os dois foram presos, segundo a PM. Já a vítima foi levada para o Instituto Médico Legal para exame de corpo delito e ficará sob responsabilidade de uma tia.