Brasil

Mulher é presa após confessar ter matado a própria mãe

Filha contou que colocou seis comprimidos na sopa da vítima

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher foi presa temporariamente nesta quinta-feira (15) após confessar ter matado a própria mãe, Vanilda Pereira dos Santos, de 58 anos. O corpo da vítima foi encontrado amarrado dentro da casa da suspeita, no dia 27 de julho, em avançado estado de composição. O caso aconteceu em Mogi das Cruzes (SP). As informações são do G1 Mogi das Cruzes e Suzano.

Foto: Reprodução
Segundo as informações do G1, Jaqueline Rosa dos Santos Porto fugiu para a casa do pai nesta quinta-feira (15). Ao retornar, ela confessou o crime e os familiares acionaram a polícia. Durante o depoimento, a suspeita afirmou que colocou seis comprimidos de calmante na copa da mãe.

Quando a vítima dormiu, ela amarrou os pés e os tornozelos dela com arame e a enrolou, ainda viva, em um cobertor e, em seguida, em uma rede. Depois, ela colocou o corpo entre o armário e uma cama box.

Jaqueline disse ainda à polícia que não gostava da mãe e também gostaria de matar outros familiares. A irmã da suspeita, Janaína Aparecida dos Santos, disse que ela costumava desaparecer. "Ela teve uma vida boa. Quis matar para eu não ir mais atrás dela, para ela conseguir viver no mundo. Porque eu falava: 'mãe, eu só vou atrás dela por você, para você não sofrer", relatou.