Brasil

Mulher é presa por encomendar morte de namorado após descobrir incesto e traição

Vítima mantinha relacionamento com a própria filha e genro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última segunda-feira (27), uma mulher foi presa em Canindé, no interior do Ceará, suspeita de encomendar a morte do próprio namorado e nora. O crime, que aconteceu em junho deste ano, teria sido motivado por traição e incesto, já que as vítimas, pai e filha, mantinham um trisal. As informações são do G1.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, namorava Jaelson Oliveira, de 39. Além de Maria Aparecida, Jaelson também mantinha um relacionamento de trisal com a própria filha e o genro, ambos menores de idade.

Maria Aparecida teria descoberto a relação incestuosa através do namorado da jovem, que também compunha o trisal. Segundo a suspeita, após tomar conhecimento da situação, ela teria tentado terminar o relacionamento, mas a decisão não se concretizou por causa das ameaças de Joelson. 

Ela ofereceu então R$ 3 mil para o namorado da jovem contratar os executores do crime, que balearam pai e filha em junho deste ano. Ambos estão hospitalizados.

Agora, a delegacia aguarda Jaelson receber alta para prestar depoimento. Se for comprovado que ele mantinha um relacionamento com a própria filha, ele poderá responder por estupro de vulnerável. Já os homens contratados para realizar a execução, foram detidos momentos após o crime.