Brasil

Mulher é presa suspeita de esfaquear genro durante briga em churrasco

Suspeita fugiu com a namorada após ocorrido; as duas devem responder criminalmente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher de 46 anos foi presa suspeita de matar a facadas o genro, durante um churrasco realizado pela família no último domingo (10), na cidade de Pires do Rio (GO). O crime teria sido motivado por uma discussão entre a vítima e a filha da suspeita. As informações são do G1 Goiás.

O delegado Igor Carneiro contou ao G1 que o homem, de 31 anos, discutiu com a mulher, o que desagradou a sogra. Ela então chamou o genro quando ele estava indo embora e, munida com a faca, acertou o lado esquerdo do peito dele.

"A autora assumiu o crime em depoimento na delegacia e disse que foi motivada por uma discussão familiar durante um churrasco com amigos, muita gente e bebida alcoólica, em um endereço residencial. Depois ela fugiu de moto com a namorada, mas foi presa em Orizona (cidade a 33 km de Pires do Rio)", disse o delegado ao G1.

A suspeita foi apreendida junto com a namorada, que foi liberada após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), mas pode responder criminalmente por ajudar na fuga. Já a suspeita está detida no presídio de Pires do Rio e à disposição da Justiça.