Brasil

Mulher é presa suspeita de matar jovem em festa por motivo fútil

Em um determinado momento, testemunharas contaram que Thaís teria agarrado Tamíris pelos cabelos e arremessado no chão.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Nessa quarta-feira (4), uma mulher de 31 anos, identificada como Thaís Silva, foi presa acusada de matar uma jovem durante festa de aniversário. O crime aconteceu em junho deste ano, na Abolição, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Thaís Silva vai responder pelo crime de lesão corporal seguida de morte.

De acordo com informações do jornal Extra, Tamíris Batista de Andrade, de 24 anos, bateu com a cabeça no chão durante a agressão. Ela chegou a ser levada para o Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu.

Para o jornal, o delegado Tiago Venturini Antunes, titular da delegacia da Piedade, contou que Thaís e Tamíris estavam em uma festa de criança, do entenada do pai da vítima. E elas discutiram por um motivo irrelevante. Em um determinado momento, testemunharas contaram que Thaís teria agarrado Tamíris pelos cabelos e arremessado no chão. A vítima ficou desacordada de imediato. 

Para o "Bom Dia Rio", da TV Globo, o pai da vítima contou que a filha havia pedido para um casal se retirar da festa. "Thaís ficou chateada e se meteu. Quando a Tamíris desceu da parte de cima da casa, ela foi atacada por trás pela Thaís, levando golpes no pescoço", contou Cláudio Andrade.