Brasil

Mulher é presa suspeita de matar o filho enforcado porque ele não quis limpar a casa

A mulher já possui uma ocorrência relacionada a morte de outro filho

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Uma mulher, que não teve o nome identificado, foi presa suspeitar de matar o próprio filho de 6 anos enforcado no quintal. O motivo do crime seria porque o menino não quis acordar ás 4h30 da manhã para a limpar a casa. De acordo com o G1 Goiás, ela contou que agiu em um ‘estado de fúria’. O caso aconteceu em Santa Helena de Goiás, região sudoeste do estado. 

Segundo o delegado que está investigando o caso, Dannilo Proto, ela acordou o filho ás 4h30 da manhã para limpar a casa e ele não quis. Ela então deu cintadas nele, que correu para o quintal. Em seguida, o executou. 

Ainda conforme a autoridade ao G1, a criança possui marcar de agressão e esganadura. "Ela confessou a execução do próprio filho durante a madrugada e na parte da manhã ligou para nós avisando. Ela é uma pessoa extremamente fria, pelo interrogatório dela, confessou toda prática criminosa", relatou o delegado. 

De acordo com o delegado, a mulher já possui uma ocorrência relacionada a morte de outro filho, que ela matou dormindo em cima da criança. 

O delegado afirmou ainda que a mulher figura em mais uma ocorrência relacionada à morte de outro filho dela, também pequeno, no ano passado. Após o crime, ela despiu o menino e ateou fogo às roupas dele.

Em seguida, a mulher foi amamentar o outro filho, recém-nascido, na calçada, enquanto olhava as roupas em chamas. O bebê foi entregue ao Conselho Tutelar e encaminhado para o conselho Tutelar.