Brasil

Mulher é presa suspeita de matar o marido por R$ 200 mil do seguro de vida dele

Dentista teria planejado o crime e pego miliciano para executar plano

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A dentista Karina Lepre Franco foi presa na última quinta-feira (18) suspeita de ser a mandante da morte do marido, o gerente da Shell Vagner Franco. O caso aconteceu no Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Dia.

A investigação da Polícia Civil apontou que o miliciano Anderson do Nascimento Marinho, conhecido como Thor, teria executado a ação planejada por Karina e recebido R$ 10 mil por isso. Eles teriam se conhecido quando ele foi cobrar "taxa de segurança" no consultório dela.

O caso aconteceu em fevereiro do ano passado. Vagner ficou desaparecido por cinco dias até ser encontrado com pés e mãos amarradas, além de marcas de quatro tiros e uma facada na Praia do Mar do Norte, em Rio das Ostras (RJ).

Enquanto a dentista foi presa, o miliciano está foragido. Os dois serão julgados por homicídio e ocultação de cadáver.