Brasil

Mulher faz denúncia após cachorro voltar de clínica com língua cortada

Animal estaria sem comer por conta da dor

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher, identificada como Viviane Celestino de Souza Costa, registrou um boletim de ocorrência contra uma clínica veterinária após o cachorro dela voltar com parte da língua cortada. O caso aconteceu na cidade de Quatá (SP), na última quarta-feira (11), segundo informações do G1 Bauru e Marília.

Viviane contou ao G1 que a mãe levou o pet, chamado Scott, para a clínica e os próprios funcionários ligaram dizendo que havia acontecido um incidente com ele. Lá, a dona descobriu que a língua de Scott foi parcialmente cortada durante a tosa com tesoura. Viviane ainda disse que o animal não dorme e nem come por conta da dor. “Ela passou chorando no meu serviço e a minha vontade era ir lá e quebrar tudo”, relatou.

A dona do pet shop prestou depoimento à polícia. Ao G1, ela relatou que a situação aconteceu porque Scott mordeu a tesoura durante a tosa, e ele é bastante agitado. Segundo ela, o cachorro recebeu os cuidados após o ocorrido e o médico veterinário passou uma receita para usar no tratamento.

No entanto, Viviane disse que nenhuma receita foi recebida por ela, e que teve dificuldade em conseguir falar com a dona da clínica. Por sua vez, a profissional teria dito que achava que a dona de Scott era outra pessoa, e por isso demorou de entrar em contato.