Brasil

Mulher mata companheiro atropelado e confessa crime nas redes sociais

'Matei porque ele falou que ia morrer', falou Cláudio Aparecida no vídeo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher de 47 anos foi presa em flagrante após ser a principal suspeita de ter matado o companheiro atropelado na noite deste sábado (28). Claudia Aparecida gravou um vídeo, que publicou nas redes sociais, onde confessa o crime: 'matei porque falou que eu ia morrer'. O caso aconteceu em Ituverava (SP). As informações são do G1 Ribeirão Preto e Franca.

Foto: Reprodução
Ao G1, a Secretaria de Segurança Pública (SSP/SP) afirmou que a suspeita apresentou sinais de transtorno e afirmou ter bebido antes de dirigir.

De acordo com a apuração do G1, no boletim de ocorrência consta que Adriano Joaquim Sampaio, de 45 anos, morreu após ser atropelado duas vezes seguidas. De acordo com a polícia militar, a suspeita atingiu o companheiro após encontrá-lo em frente a casa dela. No primeiro impacto, ele tentou se levantar e fugir, mas ela o atropelou novamente.

De acordo com a SSP, o homem foi arrastado durante alguns metro e ficou preso nas ferragens. Quando as autoridades chegaram no local, constataram a morte de Adriano.


No vídeo, Claudia disse que o companheiro tinha uma medida protetiva, mas ele vinha recebendo ameaças de morte da parte dele. "Se eu tiver que chorar eu vou chorar, porque eu amo, mas de arrependimento eu não vou chorar. Ele me fez sofrer", disse na gravação.