Brasil

Mulher quase tem orelha arrancada durante agressões do namorado; imagem forte

"Eu pensei que eu fosse morrer. Em um momento cheguei a ficar tonta, mas se eu desmaiasse, ele iria me matar", relatou a vítima

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma mulher de 32 anos quase teve a orelha decepada durante uma briga com o namorado, de 37. De acordo com informações do G1 Espírito Santo, a agressão aconteceu no último domingo (12), na Grande Vitória. O homem foi preso. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. 

Em entrevista ao G1, a vítima contou que o relacionamento de um ano e meio foi marcado por muitas brigas por causa de ciúmes da parte dele, mas que nunca tinha sido agredida. Com relação ao que aconteceu no domingo, ela disse que as agressões começaram depois dele ter bebido e feito acusações de traição. 

Foto: reprodução / TV Gazeta

“Ele tava com os amigos dele no bar bebendo e, quando chegou em casa, eu fui na casa dele. Quando eu cheguei lá, ele começou a dizer que alguém falou que eu tinha traído ele. Ele começou a fazer as agressões. Eu não esperava. Dessa vez não teve nem discussão. Ele me deu muito soco, mordida, apertou meu pescoço”, disse a vítima.

A vítima ainda relatou que durante a agressão tentou pedir ajuda aos familiares dela, que moram perto da casa do agressor. "Ele me agrediu mais ainda para eu poder parar de gritar. Eu pensei que eu fosse morrer. Em um momento cheguei a ficar tonta, mas se eu desmaiasse, ele iria me matar. Então, eu criei força para continuar me defendendo". 

Em um determinado momento, ela conseguiu fugir e pedir ajuda aos familiares, que acionaram a Polícia Militar. O homem foi preso no local e o caso foi registrado no plantão da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Vitória.