Brasil

Mulher tem parada cardiorrespiratória após fazer escova progressiva no cabelo

Ela passou três dias internadas e contou que tem tido queda de cabelo diariamente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher, identificada como Magali Rosa dos Santos, teve uma parada cardiorrespiratória após fazer uma escova progressiva em um salão da cidade de Cascavel (PR). O procedimento foi feito no dia 16 de agosto e ela passou mal no dia seguinte. As informações são do G1 PR.

A cliente teria tido uma reação alérgica grave ao formol, produto usado no procedimento. "Depois que ela foi tomar banho exalou um vapor do cabelo dela, com cheiro bem característico do formol. Ela inalou esse vapor e começou a passar mal e teve falta de ar. A sorte dela é que o marido estava em casa, ela pediu socorro e ele ligou para o Samu", explicou ao G1 o médico Lisias de Araújo Tomé.

Magali ficou três dias internada na UTI do Hospital do Coração e já está em casa, ainda em recuperação. Ao G1, ela desabafou que ainda não está bem. "Tô sentindo fraca, com falta de ar, dor de cabeça, e estou bem debilitada e não consigo dormir porque eu tenho medo de dormir. Eu estou psicologicamente bem abalada", contou.

Ela ainda relatou que foi salva pelo filho de cinco anos, que percebeu que ela passava mal e correu para chamar o pai, marido dela. "Eu cheguei na minha casa e lavei o cabelo porque eu não aguentava de dor, estava saindo sangue do meu nariz. E quando eu lavei, comecei a passar mal e meu filho chamou o pai dele, que estava voltando do trabalho, e me socorreu a tempo", declarou.

A cliente disse ainda que tem sofrido com queda de cabelo diariamente e que registrou um boletim de ocorrência nesta terça-feira (25).