Brasil

Músico é preso acusado de estuprar a enteada de 11 anos

Ele havia prometido até se casar com a menina quando chegasse aos 14 ou 15 anos de idade

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última terça-feira (20), um músico de 33 anos, identificado como Bruno do Acordeon, foi preso acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos. Bruno teve um relacionamento com a mãe da criança. O caso aconteceu em Manaus, no Amazonas. As informações são do G1 AM. 

O caso chegou ao conhecimento da polícia após o pai da menina ir na delegacia comunicar o sumiço dela. De acordo com a delegada Joyce Coelho, ele contou que a menina havia saído da casa da avó e não voltou. 

Os policiais encontraram ela na caso do ex-padrasto, com quem ela chegou a ficar alguns dias após a morte da mãe em janeiro deste ano. 

Para polícia, a criança relatou que tinha um relacionamento amoroso com Bruno e que eles tiveram relações sexuais por cerca de um ano. 

Segundo a polícia, o músico foi preso e confessou que mantinha relações sexuais com a menina. Ele havia prometido até se casar com ela quando chegasse aos 14 ou 15 anos de idade. 

"Diante da análise das mensagens trocadas entre o suspeito e a criança, verificamos que ela tinha um carinho por ele e o chamava de pai. Esse é um clássico tipo de abuso intrafamiliar que viola a inocência da criança. Ele sabia conduzir a situação inclusive prometia casar com ela assim que ela completasse 15 anos. É um crime hediondo e de nenhuma maneira essa conduta pode ser normalizada", ressaltou a delegada ao jornal "Em Tempo".

Bruno do Acordeon vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.