Brasil

Namorada de Bernardo minimiza tortura e alfineta pivô da confusão com traficante

"Com tanta mulher no mundo ele pegaria um 'tipo' assim?", declarou Monique Braga

Da Redação Correio 24h

A namorada do jogador Bernardo, do Vasco, declarou nesta terça-feira (30) que o incidente no Complexo da Maré foi menor do que tem sido divulgado pela polícia e pela mídia. Relativizando o caso, a modelo Monique Braga disse que o meia estava em um churrasco de família no dia do incidente e foi à comunidade apenas para dar um abraço em um grande amigo.

onique Braga e Bernardo: namorados (Foto: Reprodução/Twitter)


No local, ela diz que Bernardo foi vítima apenas de tortura psicológica por causa de ciúmes e foi deixado em casa por um amigo. Ela inclusive diz que ele saiu com amigos na zona Sul do Rio de Janeiro na noite em questão.  O jogador contou uma história similar à polícia, afirmando que não foi espancado pelos bandidos. Apesar disso, ele declara que o traficante o deixou nu enquanto era humilhado e sofria ameaças.


Monique também fez questão de desmentir a relação entre Bernardo e Dayana Rodrigues, o suposto affair do jogador e motivo da confusão com o traficante Marcelo Santos das Dores, o "Menor P". "Com tanta mulher no mundo ele pegaria um 'tipo' assim? Ele nem a conhecia e nem teve qualquer tipo de contato. Não tinha fundamento tal história!", declarou.

Modelo diz que Bernardo jamais ficaria com um 'tipo' como o de Dayana

"Com tanta mulher no mundo, tantas que tentam se oferecer mesmo sabendo que ele é compromissado, ele jamais se envolveria com a mulher do homem (o traficante). Até porque ele tem caráter", afirmou a modelo.Ela também afirmou que tem certeza que o traficante também está arrependido da situação que criou e aproveitou para reafirmar que o namorado jamais iria de encontro com as regras criadas por "Menor P" na comunidade. "Ele jamais iria se expor a isso sabendo as leis deles (criminosos)", disse ao jornal.


Matéria original Correio 24h

Namorada de Bernardo minimiza tortura e alfineta pivô da confusão com traficante