Brasil

Número de mortos em Brumadinho chega a 110 e desaparecidos ainda são 238

Resultados são referentes ao sexto dia de buscas na região, que na última sexta-feira foi atingida por rejeitos de mineração após o rompimento da barragem da Mina do Feijão, administrada pela Vale

Agência O Globo

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontraram 11 novas vítimas nesta quinta-feira, sexto dia de buscas em Brumadinho (MG). Com mais corpos localizados, o número de mortos encontrados até agora chegou a 110, enquanto 238 ainda seguem desaparecidas. Os resultados são referentes ao sexto dia de buscas na região, que na última sexta-feira foi atingida por rejeitos de mineração após o rompimento da barragem da Mina do Feijão, administrada pela Vale.

Do total de mortos, 71 foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte. Ainda há 108 pessoas desabrigadas.

Na manhã de hoje, os bombeiros e militares envolvidos nas buscas localizaram um corpo em uma área remota, longe da chamada "área quente" (onde ficavam as instalações da mineradora). Até o início da noite de quarta-feira, o número de mortos era de 99 e o de desaparecidos era de 276.