Brasil

O que os peritos estão falando sobre suposto vídeo íntimo vazado de Doria

Candidato publicou um vídeo na sua rede social ao lado da sua mulher, Bia Doria, e negou a veracidade das imagens

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O vazamento de um suposto vídeo íntimo do candidato ao governo do estado de São Paulo, João Dória (PSDB), em uma orgia com um grupo de mulheres foi um dos assuntos mais comentados desta semana. O fato fez com que peritos analisassem as imagens, publicadas nas redes sociais nesta terça-feira (23), para confirmar se era realmente o político ou não.

Foto: Reprodução/Vídeo
Uma primeira análise solicitada pela VEJA SÃO PAULO nesta quarta-feira (24), realizada pela perita criminal Roselle Sóglio, indica que o vídeo foi manipulado digitalmente para que o rosto de Doria fosse colocado sobre a face de outra pessoa.

Durante uma observação superficial, a perita indicou alguns detalhes que lhe chamaram a atenção e que poderiam ser apontados como indícios de uma adulteração. “Ele parece artificial, não esbanja nenhuma reação e fica estático na maior parte do tempo, o que não seria o caso em um momento como aquele”, relatou.

Porém, o laudo de uma outra perícia técnica realizada nesta quinta-feira (25) pelo perito Onias Tavares de Aguiar, indicou que o vídeo não sofreu alterações e as características do homem presente no vídeo eram compatíveis com as de João Dória.

De acordo com a Revista Fórum, o trabalho do técnico analisou os traços do candidato, como largura das coxas e panturrilha, além de verificar o detalhamento 'quadro a quadro' e foi concluído que o vídeo não sofreu alterações.

“As convergências de características são suficientes para confirmar a real compatibilidade entre o físico do personagem masculino que aparece no vídeo questionado e as imagens de João Dória não sendo possível descartar por completo que seja a mesma pessoa”, disse o laudo.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, João Doria negou a veracidade do das imagens. "Uma produção grotesca, fake news. Pedi a um perito criminal que verificasse essas imagens. Pedi também medidas judiciais criminais contra os autores desse vídeo", disse o tucano ao lado da esposa, Bia Doria.

Visualizar esta foto no Instagram.

Resposta ao ataque absurdo!

Uma publicação compartilhada por João Doria (@jdoriajr) em