Brasil

O que você não viu ou não prestou atenção por causa do caso Neymar

Muitos outros assuntos foram destaques na imprensa e passaram despercebidos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

As redes sociais foi tomada por notícias sobre o caso envolvendo Neymar, que foi acusado por uma modelo de estupro e agressão. Mas muitos outros assuntos foram destaques na imprensa e passaram despercebidos. Confira dez deles:


Redes sociais
A ex-namorada do artista, Aylle Santiago, falou através de suas redes sociais e decidiu expor uma série de conversas entre eles, onde alega ter sofrido violência física e verbal. Nas imagens, ela diz que flagrou o sergipano diversas vezes com outras mulheres e afirmou que ele contrata garotas de programa para se relacionar. "Eu estava operada e ele rasgou minha roupa e chutou meus seios que ainda estavam com pontos", escreveu. O casal ficou junto por nove meses. No Instagram, Devinho gravou um vídeo e se defende das acusações. "Enquanto as pessoas tentam me derrubar, eu apenas sigo minha vida da melhor maneira", falou. Mesmo assim, o músico foi retirado da grade de atrações do São João de Camaçari, no dia 22 de junho. A prefeitura afirma que repudia qualquer situação de violência e incentiva que mulheres que passam por essa situação denunciem seus agressores.

O novo amor de Ludmilla
Enquanto o mundo falava em agressão, a funkeira compartilhou uma boa notícia: encontrou um novo amor. Trata-se da sua bailarina, Brunna Gonçalves, com quem está namorando há sete meses. O primeiro affair, no entanto, rolou há dois anos, mas só em 2018 as duas decidiram se entregar e viver um relacionamento. Nas redes sociais, Lud já se declarou para a amada, que por sua vez faz questão de compartilhar momentos carinhosos com a cantora em seu perfil.

CNH
Na última terça-feira (04) o presidente Jair Bolsonaro entregou pessoalmente na Câmara de Deputados um projeto de lei que, entre outros, propõe passar de 20 para 40 pontos o limite para o motorista ter suspenso o documento por excesso de infrações, no período de 12 meses. "Por mim eu botaria 60, porque afinal de contas a indústria da multa vai deixar de existir no Brasil", disse ele.

Cadeirinha
Por falar em Bolsonaro, o projeto também pretende acabar com multa no transporte de criança sem cadeirinha. Caso a proposta seja aprovada no Congresso, a violação das normas "será punida apenas com advertência por escrito". De acordo com a Casa Civil da Presidência, a retirada da sanção pecuniária consta no texto "pois se busca um caráter mais educativo". Atualmente, o CTB estabelece, no artigo 64, que crianças com menos de 10 anos de idade devem ser transportadas nos bancos traseiros e se refere à regulamentação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre o assunto. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse acreditar que a proposta não será aprovado. "Não prevalece, tudo que tratar de segurança, que impactar nisso, não tem chance de prosperar", afirmou, segundo informações do 'G1'.

Tráfico de drogas?
Após a polêmica que a cantora Solange Almeida falou sobre a guerra contra a banda Aviões do Forró, os representantes do grupo de forró resolveram se pronunciar sobre o caso. Com texto bem direto, eles separaram as verdades e as mentiras referentes a ex-vocalista e aos assuntos na justiça sobre seus integrantes. A banda falou sobre as notícias envolvendo a cantora e desmentiram as notícias que surgiram sobre um suposto estupro de Solange por Isaías Cds, um dos sócios do grupo, deu sua versão do processo que foi aberto por Solange Almeida para pedir indenização e esclareceu o suposto envolvimento com tráfico de drogas.

Mortes
A semana foi marcada também por momentos delicados, com a morte da atriz Sonia Guedes, que estava com 86 anos. Ela faleceu em Paranapiacaba, em Santo André, mas a causa da morte não foi divulgada. Na TV, a artista participou de clássicos como 'Malu Mulher', 'Barriga de Aluguel', 'Vidas Cruzadas', 'Coração de Estudante', 'Mulheres Apaixonadas' e 'Esmeralda'. Seu último papel foi na novela 'Chiquititas' (SBT), em que interpretou a personagem Dona Nina Corrêa.

Outra atriz que pegou todos de surpresa com sua partida foi Gabi Costa, que interpretava Nazira em 'Órfãos da Terra'. A carioca tinha 33 anos e morreu "decorrente de causa cardiorrespiratória". la foi encontrada desacordada dentro de casa e levada para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, no Rio de Janeiro.

Sustos
O cantor Agnaldo Timóteo assustou seus fãs ao longo desta semana. O músico apresentou melhoras, mas o último boletim divulgado pelo Hospital Geral Roberto Santos, onde o artista está internado desde o dia 21 de maio após sofrer um AVC, piorou. O estado dele é considerado crítico pela equipe médica. "Agnaldo Timóteo vinha em curva progressiva de melhora, porém, nas últimas 12h, ocorreu retrocesso do padrão neurológico. Por essa razão, está realizando ventilação por máscara pressurizada e pode haver necessidade de retorno à respiração por aparelhos. No momento, o quadro é crítico", informou a assessoria do hospital em uma nota divulgada na tarde desta sexta-feira.

Vídeo chocante
A árbitra Eliete Fontenele foi agredida com socos por um jogador de futsal durante uma partida na última segunda-feira (03) no campus da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFNDPar), no Piauí. Vídeos feitos por pessoas que estavam na arquibancada assistindo a partida mostram que, após receber um cartão vermelho, um jogador deu socos no rosto de Eliete e a derrubou no chão da quadra.

Antes disso, os dois times começaram uma discussão que gerou um tumulto no local e paralisou a partida. Ele foi identificado como Rodrigo Quixaba, e era presidente do Centro Acadêmico de Engenharia de Pesca (CAEP). Eliete foi acompanhada por outros alunos para a delegacia, onde registrou um boletim de ocorrência. Segundo o G1, a delegada responsável pelo caso, Fernanda Novaes, solicitou que a vítima realize um exame de corpo de delito que deve definir a atuação da Polícia em relação ao caso.

Denúncia
O Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) denunciou o senador Romário (Pode-RJ) por ter adulterado a cena de um acidente de trânsito em que houve um ferido, crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro. O parlamentar, segundo a acusação, avançou um sinal e atropelou um motociclista na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, mas a culpa foi assumida por Marcelo Wagner, amigo e assessor parlamentar do senador.

O acidente aconteceu em dezembro de 2017 — Romário estava com a carteira de habilitação suspensa na ocasião. Para não ser processado também por lesão corporal culposa, Romário firmou um acordo com a vítima, Ernesto Cavalcante, que vai receber R$ 50 mil. Procurado para comentar, Romário não respondeu. No ano passado, em entrevista à TV Globo, ele disse que sua participação no acidente era uma “fofoca” e que seu nome não aparecia no inquérito.

Assassinato
A Polícia Civil da Bahia investiga o caso de uma travesti de 62 anos que foi morta a pauladas dentro de casa, no município de Seabra. Segundo a assessoria de imprensa da corporação, o principal suspeito é um adolescente, que ainda não foi apreendido. O crime gerou revolta nas redes sociais entre os defensores das causas LGBT. Segundo dados da ONG Transgender Europe (TGEU), o Brasil ocupa o primeiro lugar em ranking de assassinatos de transexuais.