Brasil

Padrasto é preso suspeito de espancar enteado

Menino chegou a ser socorrido, mas sofreu seis paradas cardíacas e morreu

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Um menino, que não teve o nome identificado, morreu após ser espancado pelo padrasto em casa. De acordo com o G1 Goiás, o suspeito foi preso e irá responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar. O caso aconteceu em Catalão (GO). 

Segundo o delegado que está investigando o caso, Vitor Magalhães, “Ele confessou e alega que agrediu porque a criança estava colocando toco de cigarro na boca. Disse que deu alguns tapas na cabeça e que depois o menino foi tomar banho, escorregou, caiu e passou mal”. 

O menino chegou a ser socorrido e levado para um hospital próximo, mas sofreu seis paradas cardíacas e morreu. “A criança apresentava muitos ferimentos nas costas e na cabeça, e teve hemorragia cerebral”, disse o delegado. 

De acordo com a autoridade ao G1, “A equipe técnica esteve na residência e constatou ao menos três pontos de agressão, com sinais de sangue, vômitos e marcas de arrastamento. A criança chegou a ser arrastada em alguns pontos da casa”, completou.

Segundo o delegado, no momento da agressão, a mãe que está grávida, estava em uma consulta médica. Porém confirmou que o companheiro batia no menino com frequência.