Brasil

Padrasto é preso suspeito de tirar fotos de menina de 12 anos nua

Menina morava com suspeito e foi estuprada por peão da fazenda onde eles viviam

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem de 42 anos, identificado como Ronaldo Pires, foi preso na última segunda-feira (2) suspeito de tirar fotos nuas da enteada, uma menina de 12 anos. O caso aconteceu em Colíder (MT) e Ronaldo vai responder por participação em estupro de vulnerável.

Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

De acordo com informações do G1 Mato Grosso, o crime foi descoberto quando a Polícia Civil prendeu um peão da fazenda da família, suspeito de abusar da menina. As investigações do caso constataram que a mãe da vítima sabia do crime e que os abusos aconteciam há dois meses. Eles teriam sido descobertos após uma denúncia.

Vítima e suspeito moravam juntos com a permissão da família, segundo o G1. O homem tirava fotografia dos próprios órgãos genitais e mostrava para a menina. Ele também tirava fotos dela enquanto a vítima tomava banho ou trocava de roupa.



O delegado do caso informou ao G1 que o suspeito atrapalhava as investigações do caso, pois ia na casa da irmã mais velha dela, onde a vítima passou a morar, e dizia à criança que 'a situação seria resolvida e que o peão sairia da cadeia e que eles poderiam voltar a conviver'.

Como o delegado considerou que a postura do padrasto da vítima atrapalhava as investigações, ele foi preso. O celular também foi apreendido para a busca das imagens pornográficas.