Brasil

Pagamento do 13º para beneficiários do Bolsa Família começa nesta terça (10)

Benefício médio, acumulando o valor extra, será de R$ 383,54 por beneficiário

Pollyanna Brêtas, da Agência O Globo
O pagamento do 13º do programa Bolsa Família começa nesta terça-feira (dia 10) e deve se estender até 23 de dezembro. O anúncio foi feito pela Secretaria Especial de Desenvolvimento Social. O repasse do benefício extra acompanha o pagamento de dezembro. No total, mais de R$ 5 bilhões serão pagos a 13,1 milhões de famílias em todo o Brasil.
O benefício médio, acumulando o valor extra, será de R$ 383,54 por beneficiário. No Rio de Janeiro, serão contempladas 818.580 famílias que receberão um total de R$ 308,2 milhões. No estado, o benefício médio será de R$376,59.
O programa atende a famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e na pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais. Segundo o governo, no ano, o Bolsa Família fechou o orçamento em R$ 33,6 bilhões.
Em dezembro, como em todos os meses, o pagamento do benefício segue um calendário escalonado. Para saber o dia do pagamento, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão do programa. Os que terminam com final 1 podem sacar o dinheiro no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia – e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses.
Para 2020, o governo Jair Bolsonaro estuda implementar um regra de "meritocracia" por desempenho de alunos para a distribuição de renda para famílias pobres por meio do novo Bolsa Família.
Além disso, o 13º salário, prometido pelo presidente Jair Bolsonaro, não deve ser pago em 2020. Isso porque a proposta orçamentária enviada pelo governo ao Congresso Nacional prevê R$ 29,5 bilhões para o programa — redução de 7,8% em relação aos R$ 32 bilhões de 2019.