Brasil

Pai e filho são presos suspeitos de estuprar adolescente por seis meses

A vítima foi encaminhada para exames periciais e entregue aos pais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última quarta-feira (27), pai e filho, de 42 e 20 anos, respectivamente, foram presos pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) suspeitos de estupro de vulnerável. De acordo com informações da polícia, eles abusaram sexualmente de uma adolescente de 13 anos, que seria namorada do rapaz de 20 anos. 

A investigação iniciou em março deste ano, quando o Conselho Tutelar denunciou o caso à PCPR. Os estupros teriam acontecido nos últimos seis meses. Em depoimento, a vítima relatou ter sido abusada sexualmente pelos dois suspeitos e, que ela era obrigada a morar na casa casa do namorado, sendo proibida e sair de retornar para a casa dos pais dela.  

Ainda segundo a Polícia Civil, os suspeitos não possuíam antecedentes criminais. A pena prevista para o crime de estupro de vulnerável é de até 15 anos de prisão. A vítima foi encaminhada para exames periciais e entregue aos pais.