Brasil

Pai espanca filha de dois meses até a morte em SP

Caso aconteceu no bairro de Campo Limpo, na zona Sul da cidade de São Paulo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Desde a quarta-feira (21), os moradores do bairro de Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, estão chocados com um assassinato brutal e cruel de uma criança. O pior, no entanto, é que o assassino foi o próprio pai.  
O bebê de apenas dois meses estava em companhia do pai, Alan Duenho, aguardando a mãe. Alan espancou o bebê, uma menina de dois meses de vida, até a morte. O caso aconteceu na madrugada de quarta-feira. Após chegarem em casa, a sogra dele avistou Alan pulando o muro e correndo pela rua, e ao subir para checar como a menina estava encontrou-a enrolada na coberta sem vida e com sinais de espancamento.
Alan Duenho não faz mais parte do exército brasileiro (Foto: Reprodução/Instagram)
Alan Duenho se alistou no serviço militar obrigatório em 2014, ingressou em 2015 e deu baixa no Exército em 6 de agosto de 2016, após cumprir um ano do trabalho obrigatório. Ele não mais faz parte do Exército Brasileiro.
A Polícia acredita que Alan tenha batido a cabeça da criança contra o volante enquanto aguardava a esposa. A mãe do bebê continua internada e não teria participado do crime. O suspeito está foragido.