Brasil

Pai faz texto emocionante sobre adoção tardia: 'Nosso bebê nasceu com 1,44m'

Mensagem foi publicada no Facebook e já tem mais de 100 mil compartilhamentos

Redação Correio 24h

Um relato de um pai sobre a chegada do seu primeiro filho viralizou e comoveu a web. "Nosso bebê nasceu! Com 1,44m, 40 quilos e... 10 anos", anuncia Rafael Festa logo no início da mensagem, que já tem mais de 100 mil compartilhamentos e quase 50 mil comentários.

No texto, o catarinense Rafael Festa, casado há oito anos com Tatiani Ziegler, explica que o casal realizou o sonho de ter um filho através da adoção. Ele fala da ansiedade que ele e a esposa enfrentaram no período, da adaptação e obstáculos enfrentados.

"Ao invés de um teste de farmácia, tivemos uma assistente social nos falando que existia a possibilidade de estarmos grávidos. Não ouvimos seu coração bater através de uma máquina, mas o nosso acelerou quando uma porta abriu e ele veio em nossa direção. Não fizemos nenhum ultrassom, mas semana a semana tínhamos nossas visitas para poder ver o rostinho do nosso bebê", diz o texto. "As nossas dores de parto foram as angustiantes semanas de espera por decisões burocráticas".

Foto: Reprodução/ Facebook

A nova família ainda está se adaptando. "Ainda estamos aprendendo a ser pai e mãe. Da notícia da gestação até o parto foram 8 meses. Um parto até prematuro", diz Rafael, acrescentando que ele e a mulher ainda são chamados de "tios" pelo filho. "Não nos importamos com isso. O amor incondicional vai além dos títulos".



Dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) divulgados pela Agência Brasil mostram que no Brasil existem 7.626 crianças e jovens disponíveis para adoção, e 39.711 interessados em adotar. O  sistema brasileiro permite que as famílias escolham o perfil da criança desejada. Segundo o levantamento, 80,82% buscam crianças de até cinco anos, enquanto menos de um quarto (24,6 %) das crianças aptas da adoção está nesta faixa etária. Em 2016 foram registradas 1.226 adoções de crianças e adolescentes no Brasil, sendo que apenas 13 tinham entre 15 e 17 anos, por exemplo.