Brasil

Pastor é acusado de estuprar a filha e de outras duas crianças

Se condenado à pena máxima nos três casos, ele pode ficar preso por até 40 anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última sexta-feira (28), um pastor e caminhoneiro de 52 anos, que não teve o nome divulgado, foi indiciado por três casos de estupro de vulnerável. Ele havia sido preso preventivamente em abril deste ano. Os crimes aconteceram em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. As informações são do G1 Goiás. 

De acordo com a Polícia Civil, ele abusou sexualmente de uma filha quando ela tinha cerca de 10 anos de idade e de duas crianças que ficavam sob cuidadas pela esposa dele quando tinham 6 e 8 anos de idade.

Em depoimento à polícia, o homem negou as acusações. "Ele disse que as filhas o provocavam usando roupa curta em casa e ainda negou os abusos", disse a delegada responsável pelo caso, Thaynara Andrade.

Se condenado à pena máxima nos três casos, ele pode ficar preso por até 40 anos.