Brasil

Pastor é suspeito de invadir e furtar R$ 50 mil de igreja católica

"Me informaram que ele é pastor em uma igreja evangélica e oscila entre a vida de Deus e o vício de drogas", disse o padre.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O pastor evangélico está sendo procurado pela polícia acusado de ter invadido e roubado R$ 50 mil de uma igreja católica em São Paulo (SP). O crime aconteceu na noite da última segunda-feira (7) e foi registrado pelas câmeras de segurança da instituição religiosa. As informações são do G1 São Paulo.

Ao G1, o padre Marcos Miranda relatou que o homem foi identificado pela comunidade e por familiares que viram as imagens do roubo. O nome do pastor não foi divulgado para preservar a família.

"Veio mãe, veio a família toda e o identificou. Me informaram que ele é pastor em uma igreja evangélica e oscila entre a vida de Deus e o vício de drogas", contou o padre ao G1.

A família disse que, após o o ocorrido, o pastor não retornou para a casa e está foragido. .

"O dinheiro levado estava guardado para pagar funcionários da igreja e o serviço de uma obra no telhado da paróquia. Ele arrombou oito urnas de doação dos fiéis e um velário. O dinheiro ele achou no escritório e é o que conseguimos contabilizar. As urnas ainda não tinha sido abertas e não sabemos o quanto ele levou, mas a média semanal é de R$ 1,5 mil", detalhou o padre Marcos ao G1.

Por causa do crime, o padre precisou renegociar o pagamento do telhado da igreja e ainda não conseguiu pagar os salários dos funcionários. "Infelizmente não conseguimos pagar os funcionários. O pagamento da obra seria feito à vista nesta terça-feira [8], mas conseguimos dividir os pagamento após o furto", afirmou.

"A única coisa que espero é que a Justiça seja feita e ele pague pelo crime que cometeu. O dinheiro eu já acho difícil que a gente consiga recuperar. A comunidade no entorno da igreja é bastante carente, periférica e precisa de um espaço de acolhimento, como oferecemos na igreja", pontuou o padre.

Veja o vídeo do roubo: