Brasil

Pediatra de 34 anos é suspeita de matar filho de 3 anos

Mulher teve a prisão preventiva decretada na quinta-feira (28) e está internada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Uma médica pediatra de 34 anos foi presa suspeita de matar o próprio filho, de três anos, com uma overdose de medicamentos. O caso aconteceu em Brasília, na quarta-feira (28). Ela teve a prisão preventiva decretada na quinta-feira (28) e está internada na ala psiquiátrica do Hospital de Base de Brasília sob custódia da Polícia Civil. 
Prédio em Brasília onde mulher teria matado filho (Foto: Reprodução/TV Globo)
 À Revista Veja, o delegado responsável pelo caso, João de Ataliba Nogueira, afirmou que foram encontrados no apartamento da pediatra duas cartelas vazias de Frontal e uma de Ritalina. “Tudo leva a crer que houve ingestão aguda de medicamentos. Pelas provas colhidas, o quadro é característico de homicídio seguido de tentativa de suicídio”, explicou.  A causa da morte da criança será confirmada em laudo pericial.