Brasil

PM é preso acusado de matar ex e balear atual dela

Crime teria sido motivado por ciúmes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um policial militar foi preso em flagrante na última segunda-feira (11) acusado de matar a tiros a ex, além de balear o atual companheiro dela. Edgar de Oliveira Fonseca, 33 anos, teria cometido o crime, que aconteceu em Guarujá (SP), por ciúmes. As informações são do G1 Santos.

Débora Raquel Silva tinha 28 anos e dois filhos com o acusado. A polícia foi acionada na noite do crime e encontrou o companheiro de Débora, de 24 anos, que disse ter sido baleado pelo ex-marido dela. Ao chegar no local indicado pelo homem, a PM encontrou Débora baleada. Apesar da chegada do resgate, ela morreu ainda no local.

As autoridades ainda foram até a casa do acusado e prenderam ele, que negou envolvimento no crime. No entanto, ele foi reconhecido pelo homem baleado. Ele vai responder por homicídio qualificado e tentativa de homicídio.